Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

10
Fev22

Vamos falar de sustentabilidade?

Mónica Lice

sustentabilidade.jpg

 

Quando me propus escrever sobre sustentabilidade, pensei em qual foto usar para ilustrar o tema. E, no mesmo segundo, lembrei-me desta malha tricotada pela minha mãe, que outrora foi dela, e que passou para mim.

 

Querem look mais sustentável do que este?

 

Tudo isto a propósito do artigo da Marketeer, publicado ontem, dia 9 de fevereiro, que dava conta de que, segundo a Skorr, eu fui a 2.ª influencer de Portugal que contabilizou mais interações com a keyword "sustentabilidade" no último mês (para quem ainda não me segue no IG, é procurar-me em @monicalice). Incrível, verdade?!

27
Fev18

#WearTheChange (Vista a Mudança)

Mónica Lice

Screen Shot 2018-02-23 at 10.12.29.png

 

Há pouco mais de um ano, conheci, pela primeira, as peças mais sustentáveis da C&A e, desde então, tenho tido esta coleção da marca debaixo de olho, ficando, a cada estação, ainda mais surpreendida com as peças que oferece.

 

Numa altura em que tanto se fala de sustentabilidade, e em que a moda está cada vez mais descartável, é de louvar que marcas gigantes a nível mundial, como é o caso da C&A, dêem o exemplo e provem que é possível produzir peças com pinta, atuais, e sem causar danos na pegada ambiental.

 

26
Jul17

Consumir menos e melhor

Mónica Lice

look.jpg

 

Na semana passada, recomendei por aqui um documentário de moda, que vale muito a pena ver: The True Cost.

 

Nele, várias questões, relacionadas com a confecção da roupa em países e fábricas pouco recomendáveis, são postas a nu, levando-nos a refletir sobre a forma como consumimos moda e, muitas vezes, nos perdemos em compras desnecessárias, contribuindo para esta "bola de tecido", que não pára de crescer e de aumentar, com todas as consequências que acabará por ter, em termos de pegada ambiental.

 

É, por isso, que, cada vez mais, um consumo consciente e sustentável deve ser o caminho a seguir. Podemos e devemos, não apenas comprar menos, como também comprar melhor, aproveitando boas oportunidades e recorrendo a peças de segunda mão, em lojas e sites da especialidade, como o OLX.

 

Por outro lado, é importante canalizar de forma consciente as peças que já não usamos ou que comprámos e nunca usamos sequer.

 

Vendê-las em sites como o OLX é, não apenas uma forma de ajudar o ambiente, como também uma excelente via de ganhar algum dinheiro extra (que podemos ou não canalizar para outras peças de roupa/acessórios que nos estejam a fazer falta). E, aqui, somos sempre nós que controlamos todo o processo de venda, definimos o preço e não ficámos dependentes de comissões ou do melhor ou pior desempenho de lojas e vendedores.

 

Pessoalmente, já vendi muitas coisas e comprei algumas. Quando me ponho em pesquisas, fico sempre abismada com a quantidade de peças que conseguimos encontrar online.

 

Se estão à procura de alguma ou algumas peças para este verão ou para as férias, espreitem a enorme variedade de roupa e acessórios que o OLX oferece: desde vestidos com muita pinta (muitos dos quais novos), até óculos de sol, malas, sabrinas e muitos relógios (entre muitas outras coisas).

 

E o melhor de tudo é que é muito fácil pesquisar e chegar aquilo que pretendemos, graças aos novos filtros do OLX na categoria de moda, que permitem escolhermos o estado da peça, a marca ou o tamanho. Ah, e para quem não quer perder tempo, a nova App OLX é muito fácil de usar, para além de ser gratuita, permitindo controlar, onde quer que nos encontremos, as nossas compras ou vendas.

 

Fica a dica, em jeito de sugestão: consuma, sim, mas de forma mais consciente e com uma menor pegada ambiental. O ambiente agradece e a sua carteira seguramente também!

 

Para quem é fã do OLX, vale a pena acompanhar o seu Instagram, aqui, e ficar a par de algumas das novidades que, a cada dia, vão sendo disponibilizadas na plataforma.

03
Nov16

C&A primavera-verão 2017

Mónica Lice

C&A6.jpg

 

Como já vos disse, estive recentemente em Madrid, a convite da C&A, para conhecer a coleção da marca para a próxima primavera-verão.

 

As novidades são muitas e variadas, e demonstram uma preocupação cada vez maior com o ambiente e com a necessidade de apresentar coleções sustentáveis, em termos ecológicos.

 

Um bom exemplo disso está nas gangas, com uma vasta oferta de peças confecionadas em denim reciclado, através de técnicas de lavagem que permitem poupar cerca de 65% de água, quando comparado com os métodos tradicionais.

 

Outro dos destaques vai para o uso do algodão biológico - algo que já acontece há algum tempo na C&A, posicionando a marca como a principal retalhista a utilizar este material nas suas coleções.

 

Passos de aplaudir, que espero que continuem e sejam seguidos por cada vez mais marcas.

 

Entretanto, deixo-vos com algumas imagens da apresentação, bem como de algumas das minhas peças preferidas da mesma. Para conhecer daqui a alguns meses numa C&A perto de si...

O que procura?

Sigam-me

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2006
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D