Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

13
Jan22

Depilação elétrica em Lisboa

Mónica Lice

Depilação elétrica em Lisboa.jpg

 

Quem me acompanha no Instagram (para quem ainda não me segue, é fazê-lo em @monicalice), já deve ter percebido que sou fã da depilação elétrica, e que graças a ela consegui livrar-me dos pelos inestéticos e e origem hormonal, que tinha.

 

Curiosamente, a primeira vez que tratei dos pelos na zona do mento foi na minha adolescência, na ilha Terceira, junto de uma esteticista, de quem perdi o rasto, que praticava esta técnica (há quase 30 anos!).

 

Muitos anos depois, encontrei a Gália, em Lisboa, que praticava a técnica e a defendia, com unhas e dentes, para certo género de pelos, que a depilação ou epilação mais convencional, e o laser, não conseguem combater.

 

Para perceberem, conheci a Gália numa altura em que ainda existia Hedonai no El Corte Inglés (infelizmente, esta clínica com serviços de excelência fechou em Lisboa).

 

A Gália era a pessoa que cuidava dos meus pelos, antes de ser mãe. Durante as gravidezes das minhas filhas, interrompi os tratamentos e só anos mas tarde decidi retomá-los.

 

Nessa altura, percebi que a Hedonai tinha fechado e, em boa hora, percebi também que a Gália tinha aberto a Eletro Beauty, em nome próprio, dedicando-se em exclusivo os serviços as Depilação Elétrica.

 

O seu espaço fica na Estrada da Cruz 18 A, 1400-081 Lisboa (na zona do Restelo), e a Gália percebe mesmo do assunto. Aliás, basta trocar meia dúzia de palavras com ela para perceber a paixão (e a paciência) que emprega este trabalho - sim, porque para lidar com centenas de pelos, é mesmo necessário ser muito paciente!

 

Fechado o parêntesis, aqui ficam algumas das perguntas que mais recebo sobre o tema, e as respetivas respostas:

 

Como funciona a depilação elétrica (também conhecida por eletrólise)?

A depilação elétrica é feita pelo a pelo, através de uma agulha muito fina (tão fina quanto a espessura dos pelos). Essa agulha é introduzida no bolbo capilar de cada pelo, fazendo uma descarga elétrica suave, com o intuito de o coagular - evitando, desta forma, que volte a nascer. Essa coagulação é progressiva, mas, muitas vezes, e dependendo do pelo, é conseguida logo no primeiro tratamento.

Curiosamente, esta técnica é já antiga (foi descoberta há mais de 100 anos nos Estados Unidos da América), e pouca gente sabe que é a única técnica aprovada pela FDA (US Food and Drug Administration) para a eliminação definitiva do pelo.

 

Em que casos é recomendada?

A depilação elétrica é recomendada para atacar qualquer tipo de pelo, mas sobretudo aquele que a depilação a laser não consegue tratar ou não é, sequer, recomendável que trate: pelos muito claros, pelos em peles escuras, pelos de origem hormonal, pelos em áreas reduzidas ou em áreas onde não se pretende estimular a sua produção: como a zona do mento, o rosto, peito ou queixo.

 

Quais os seus inconvenientes?

Como é feita pelo a pelo, demora algum tempo até se conseguir tratar toda a área - sobretudo se esta for extensa. Mas acaba por ser muito mais eficaz do que o laser, por exemplo, pelo que o tempo gasto para conseguir atacar todos os pelos é compensado pelo facto de não ser necessário repetir tratamentos após tratamentos.

Para além disso, e para algumas pessoas, pode ser um pouco doloroso - no entanto, e falando em nome pessoal, não acho que doa muito - sinto leves picadinhas, cuja dor logo desaparece, pelo que considero o laser (que já fiz nas pernas) bem mais doloroso.

 

Qual a diferença em relação à depilação a laser? 

No laser, é tratada uma área maior de cada vez, através da exposição à luz - mas não há um tratamento pelo a pelo. Por isso, tratando-se de pelos de origem hormonal ou em áreas mais complicadas de tratar, como o mento ou o rosto, o laser acaba,  muitas vezes, por estimular mais o pelo, em vez de o destruir definitivamente.

Depois há outras diferenças - pela sua natureza, o laser é mais eficaz em áreas maiores, como as pernas. Mas, tratando-se de áreas pequenas, que podem vir a ser mais estimuladas como o laser, o mesmo acaba por não ser, de todo, o mais aconselhável.

 

Aplica-se no rosto? É mais eficaz do que o laser alexandrite? 

Sim, aplica-se no rosto. Da minha experiência, para pelos no rosto e noutras áreas, como o mento, amplamente relacionadas com a parte hormonal, esta técnica é muito mais eficaz, para além de implicar menos sessões de tratamento. Mas claro que cada caso é distinto, e os pelos reagem de forma diferente de pessoa para pessoa.

 

Dói?

Dói um pouco, porque sentimos o choque no pelo. Mas nada que me provoque lágrimas ou me faça desistir. Claro que cada pessoa é mais ou menos sensível à dor - eu não sou muito e tolero bem. Convém dizer que cada sessão tende a rondar os 15/30 minutos - mas tudo dependerá do estado nos pelos e da necessidade de cada pessoa.

 

Qual o preço do tratamento?

A Gália pretende que todas as pessoas que realmente necessitam esta técnica possam fazê-la, sem o constrangimento do preço, e, muito importante, que possam fazer até ao fim (há muita gente que pára a meio estes tratamentos por causa dos preços).

Por isso mesmo, pratica, neste momento, preços muito mais baixos do que na maior parte dos outros locais onde é feita. Aqui fica a tabela atual dos preços (janeiro de 2022):

5 a 10 minutos: €12

15 a 20 minutos: €17

30 minutos: €22

45 minutos: €32

60 minutos: €42.

 

Se tiverem mais alguma questão, o melhor é mesmo ligarem à Gália, que é super acessível e vos poderá responder: 916 212 092. Este é também o contato direto para marcações.

 

 

10 comentários

Comentar post

O que procura?

Sigam-me

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D