Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

23
Mai22

Como organizar um casamento?

(e lembranças de casamento originais)

Mónica Lice

leques-casamentos.jpg

 

Depois de dois anos de confinamentos, separações e distâncias, máscaras e saudade, este ano é tempo de nos juntarmos, celebrando a vida, o amor e a família.

 

Este é também o ano das celebrações e dos casamentos. De testemunharmos uniões e brindarmos a novas vidas, em conjunto.

 

E por falar em casamentos, quem me acompanha há mais tempo, sabe bem que este é um tema que me é especialmente querido por aqui.

 

Por norma, costumo abordar as temáticas do dress code e do vestir em casamentos - mais na ótica das convidadas.

 

Por isso, hoje decidi escrever-vos sobre a importância de bem receber e da organização de uma festa, desta envergadura.

 

O fator tempo é, aqui, muito importante.

 

Assim, convém preparar tudo com bastante antecedência:

 

Escolher data e local

Parece óbvio, mas é mesmo importante e deve ser feito com, pelo menos, um ano de antecedência.

Se vai casar na primavera ou no verão, então, deve mesmo escolher data e local com bastante tempo de antecedência - isto acontece porque a grande percentagem dos casais decide casar também nessa altura, pelo que a procura pelas melhores quintas e pelas melhores datas é imensa.

 

Marcar Igreja e coro

Se vai casar pela Igreja, escolha rapidamente o local onde pretende fazê-lo e vá à paróquia, falar com o padre.

Casamentos religiosos implicam, muitas vezes, Cursos de Preparação, que devem ser feitos antes.

E quanto mais cedo tratar disso, melhor. Pelo meio, perceba se a Igreja tem algum coro incluído, ou se deve tratar disso – marcando, já (as agendas deste género de grupo musical enchem com muita rapidez).

 

Decidir o catering e o bolo

A escolha da quinta está muitas vezes ligada à escolha do catering.

Mas isso não faz com que não seja necessário definir pratos e bebidas, escolher vinhos ou provar o menu.

Façam a escolha mais acertada, tendo em conta o vosso budget, mas também pensando no género de convidados que irão receber.

Quanto ao bolo, nada como experimentar antes os sabores e definir um modelo que se identifique com ambos.

 

Escolher os convites e os convidados

Muitos noivos têm aquela ideia gira de querer convidar todos os amigos e familiares, desde os coleguinhas da primária, passando pelos colegas do ginásio, até à prima em terceiro grau, que só vimos uma vez na vida.

Se for esse o seu caso, pense e repense as suas escolhas.

Tendo em conta o budget definido para o catering e o espaço disponível para a festa, faça uma lista de convidados, tendo em conta o fator prioridade.

E avalie, com consciência, quem faz, de facto, sentido convidar ou não.

Lembre-se sempre que mais vale poucos, mas bons. E que convidar por obrigação ou convenção social já não se usa mais.

Quanto aos convites, pode seguir o mood da decoração ou da festa, ou optar por um modelo que não tem nada a ver com a decoração.

Acima de tudo, escolha com carinho e tenha a certeza de escolher um modelo que reflita a vossa relação e o vosso amor.

 

Escolher a roupa dos noivos, a maquilhagem e o penteado

Se é verdade que a escolha do fato do noivo costuma ser um processo relativamente simples, mas que deve ser sempre feito com muita antecedência, o mesmo já não se passa com o vestido de noiva.

Entre as várias possibilidades que existem, entre marcas e designers, entre os modelos exclusivos e as coleções pré-definidas, o truque é começar a escolher com MUITA antecedência. E isto aplica-se sempre - mesmo quando a escolha passa por marcas de vestidos de noiva, com modelos já concebidos.

Assim, comece por pesquisar modelos, inspirações, entre casamentos antigos, de celebridades com as quais se identifique, passando por marcas da especialidade neste género de vestido.

Depois, comece a experimentar – leve um grupo restrito de pessoas consigo, da sua inteira confiança. Poucas e boas, mais uma vez.

Se a sua ideia for fazer um modelo exclusivo, só para si, reúna-se previamente com o designer, levando já algumas ideias e inspirações. Tenha sempre em mente o que pretende, mas seja flexível o suficiente para ouvir os conselhos de quem trabalha na área há mais tempo.

E não se esqueça de marcar já cabelos e maquilhagem – os melhores profissionais têm as agendas cheias com um ano de antecedência (pelo menos!).

 

Decidir a música e outras atividades da festa

Casamento é festa e festa rima com animação.

E só há animação com música e outras atividades, que tornem o evento ainda mais especial e único.

Escolha, por isso, com atenção quem irá animar os presentes, seja através de um grupo musical ou um DJ.

E não se esqueça de planear outras surpresas e atividades, incluindo para as crianças.

 

Atrações para as crianças

Ter uma ou mais babysitters, que tomarão conta das crianças, num cantinho dedicado só a elas, é fundamental.

Assim, evita birras, garantindo que as crianças estão entretidas e a adorar a festa, enquanto que os pais estarão mais livre para se divertir.

 

Fotografias e vídeo

Um bom fotografo e um bom operador de câmara, dotados de todos os aparelhos necessários para captar cada segundo da festa e da sua preparação, é fundamental.

Ah, e veja se consegue garantir um drone, para captar imagens do céu, e tornar o vídeo do casamento ainda mais bonito e único.

 

Escolher o mood da decoração (flores e cores envolvidas)

Quer recorra a ajuda profissional, quer opte por meter as mãos na massa, a decoração do espaço da festa (e da Igreja, se o casamento começar por lá) deve ser especial e encaixar-se na perfeição em todo o mood criado à volta do evento.

Flores frescas são sempre a melhor aposta e nunca são demais. Escolha-as com carinho e recorra a quem percebe do assunto, para garantir que os ramos se mantém bonitos e frescos a festa toda.

 

Prendas e mimos para os convidados

Por fim, e não menos importante – o que oferecer aos convidados?

Não há ninguém que não goste de uma boa prenda.

Assim, pense e planeie os mimos a oferecer em cada parte da festa, para que esta se torne ainda mais agradável, sobretudo, inesquecível.

 

Leques personalizados

Começando pela Igreja, se for em tempo de calor, tenha ao lado do missal um leque, que pode e deve personalizar.

Os leques são das prendas mais úteis que podemos dar – porque cumprem o seu propósito (refrescar-nos), ao mesmo tempo que vão ser guardados e mantidos na bolsa ou clutch, e usados pelas convidadas no futuro, sempre que precisarem de se refrescar.

E o melhor de tudo é que os pode personalizar, escolhendo cores e a impressão a constar em cada um deles. Giro, verdade?

 

Sobre a prenda a dar no final, opte, sempre que possível, por prendas úteis, que os convidados vão querer usar ou guardar:

 

Um sabonete ou saquinho de cheiro para o guardar-roupa

São daquelas lembranças perfumadas que vão sempre dar jeito a quem recebe – seja para colocar no armário, ou usar na casa de banho.

 

Uma garrafa de vinho com um rótulo personalizado

Para além de original, esta é daquelas prendas que temos a certeza de que será usada por quem a receber. Mesmo que a pessoa não beba álcool, poderá sempre abri-la num jantar ou almoço que realize em sua casa.

 

Uma compota ou uma tisana biológica

Mais uma ideia que, não sendo original, é sempre de grande utilidade para quem recebe.

 

Uma foto da festa

Se quer ter a certeza de oferecer uma memória para a vida, as fotos, tiradas no local, são sempre uma boa aposta.

Tem é que se certificar que o fotografo é ágil o suficiente para o conseguir.

 

Acima de tudo, e qualquer que seja a sua escolha, planeie tudo com amor e faça-o com prazer e sem pressões.

E, depois, aproveite o dia, que é seu e de mais ninguém!

O que procura?

Sigam-me

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D