Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

mini-saia

O blog de Mónica Lice.

28
Mai18

6 locais pitorescos que tem que conhecer

Mónica Lice

Screen Shot 2018-05-27 at 23.52.38.png

 

Não é novidade por aqui que eu gosto muito de viajar. Tenho a sorte de já ter feito algumas viagens bem interessantes e de conhecer alguns pontos do globo.

 

Claro que ainda me falta conhecer MUITOS países e muitos recantos. Mas, enquanto isso não acontece, deixo-vos com algumas memórias de viagens a 6 locais pitorescos, que têm mesmo que conhecer!

 

Ilha de Gorée

Fica no Senegal, mesmo em frente a Dakar, e ficou conhecida no mundo por ser a "porta de saída" de muitos escravos, em direção às Américas.

O seu passado sombrio em nada combina com as cores do seu atual casario, bem colorido e acolhedor, que convida a passeios calmos.

Fui a esta ilha numa viagem que fiz a Dakar, desde Bissau (quando vivia em África). Fui com uma amiga e colega, a Ana, e apanhamos um ferry, que fazia a ligação na altura (presumo que ainda o faça e com maior conforto).

Na Ilha, aproveitamos uma visita guiada à antiga Casa dos Escravos e, honestamente, senti alguma tristeza, perante tudo o que fizeram os nossos antepassados naquele ponto de África... Sim, foram os portugueses a fundar aquele entreposto comercial, que tinha nos escravos a sua principal mercadoria...

À parte disso, o que é certo é que a imagem daquela porta sem saída, com vista para o mar, dificilmente me sairá da memória, assim como a imagem daquelas divisões, outrora celas, cheias de cargas energéticas pesadas.

Paralelamente, mas por outras razões, dificilmente me esquecerei das cores das casas e da acalmia que se sente na ilha. Até deu tempo para um mergulho, na praia, junto ao cais, antes do regresso a Dakar...

 

 

Chefchaouen

Já viajei por vários pontos de Marrocos (deserto incluído), mas esta cidade, mais a Norte, é, sem dúvida, aquela que mais me cativou no país, pela sua beleza. O casario pintado a azul destaca-se de tudo o resto, tornando cada ruela o cenário perfeito para fotos lindas de Instagram.

Se estiverem por esta zona do país, não deixem de visitar a cidade. O caminho para lá era, na altura, cheio de curvas e, por isso, fez-se devagar, com o trânsito que estava. Mas a verdade é que a viagem valeu muito a pena!

 

 

 

Mykonos

Das várias ilhas gregas onde estive, esta é aquela que mais me encantou. Mais do que as praias (que acabaram por ser uma decepção, foi a cidade que verdadeiramente me conquistou: as suas casas brancas, as flores e as ruelas estreitas tornam-na um verdadeiro deleite, para ser feito a pé e com calma.

Infelizmente, esta é também das ilhas gregas mais frequentadas no verão por turistas. Por isso, se for nesta altura, prepare-se para grandes multidões, muitos carros e, sobretudo, muitas motas.

 

 

Murano e Burano (Itália)

Quando fui pela primeira vez a Veneza, uma amiga recomendou-me que não perdesse, por nada, uma visita a Murano e Burano. Até à data, acreditam que nunca tinha ouvido falar destas ilhas?

Fomos de barco, numa mini excursão (é super fácil de encontrar várias excursões desde Veneza) e ficamos deliciados com as ilhas.

Mais uma vez, é o casario colorido que torna cada uma das ilhas especial. Isso e a acalmia que lá se sente, a contrastar com uma Veneza movimentada e (também) cheia de turistas.

 

 

 

Ajaccio (Córsega)

A Córsega é uma ilha francesa que fica, curiosamente, mais perto de Itália do que de França, sendo conhecida, entre outras coisas, por ser a terra natal de Napoleão.

A sua cidade principal, Ajaccio, foi uma agradável surpresa, e cativou-me pelas sua ruelas, pelo casario pitoresco e pela sua vista para o mar.

 

 

Angra do Heroísmo

Costuma-se dizer que quem anda pelo mundo costuma menosprezar a sua terra. Mas, justiça seja feita, a minha terra é linda e merece o destaque por aqui!

Efetivamente, Angra do Heroísmo, que já foi Portugal, quando o resto do país pertencia a Espanha, é Cidade Património Mundial da Humanidade pela forma como foi reconstruida após o enorme sismo que se fez sentir na ilha Terceira, em 1980 (era eu uma semente a germinar na barriga da minha mãe).

As ruas traçadas a régua e esquadro, bem como o casario colorido, fazem de cada rua um recanto especial - que, muitas vezes, vai até ao imenso azul do mar.

 

 

(À excepção das imagens de Marrocos, captadas por mim, todas as outras foram encontradas no Pinterest.)

 

1 comentário

Comentar post

O que procura?

Sigam-me

Escrevam-me:

Captura de ecrã - 2016-02-17, 12.17.17.png

aminisaia@gmail.com

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2009
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2008
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2007
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2006
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D